Logística e a sua definição

É bom relembrar de que a logística é um ramo da gestão cujas actividades estão voltadas para o planeamento da armazenagem, circulação (terra, ar e mar) e distribuição de produtos.

Os seus objectivos

Um dos objectivos mais importantes da logística é conseguir criar mecanismos para entregar os produtos ao destino final num tempo mais curto possível, reduzindo os custos. Para isso, os especialistas em logística estudam rotas de circulação, meios de transportes, locais de armazenagem (depósitos) entre outros factores que influenciam na área.

 A sua importância

Com o desenvolvimento mundial, sobretudo a partir da Revolução Industrial, a logística tornou-se cada vez mais importante para as empresas num mercado competitivo. Isto ocorreu, pois, a quantidade de mercadorias produzidas e consumidas aumentou muito, assim como o comércio mundial.

Nos dias de hoje, com a globalização da economia, os conhecimentos de logística são de fundamental importância para as empresas.

Optar por um software logístico

Os processos logísticos e de distribuição são mais dinâmicos e fluidos com o auxílio da modernidade. As tecnologias de automação facilitam a execução das actividades operacionais e permitem que a equipe foque em tarefas estratégicas, que efectivamente agreguem valor.

Entre os sistemas que podem ser implantados estão os de rastreio e ERPs (Enterprise Resource Planning), que integram as informações corporativas, e permitem medir a performance da equipe e a eficiência das entregas. Eles ainda facilitam a identificação de pontos fortes e fracos para implementar melhorias.

Assim, fica mais fácil optimizar as operações logísticas e ter resultados positivos, que impactam as suas actividades, a satisfação dos clientes e o seu relacionamento com os fornecedores.

Já adopta alguma dessas práticas na sua empresa? Aproveite as dicas que aqui passo a sugerir e melhore a gestão de operações de logística do seu negócio.

Como fazer a gestão de operações de logística e motivando a sua equipe

Gerir a cadeia logística da empresa traz uma série de vantagens que deixa qualquer um tentado. Esse importante braço empresarial foi, por muito tempo, considerado apenas um gerador de custos altos, e não como um sector essencial para o funcionamento de seus processos.

Se sua cadeia de suprimentos não está bem gerida, sua empresa fica sem os elementos ou conjunto de elementos que entra na produção de bens ou serviços necessários para entregar os pedidos dos consumidores. Por consequência, suas entregas acabam por não se realizar e o cliente corre o risco de ficar sem seu produto ou de sofrer com longos atrasos.

Atrasos ou deixar que o consumidor seja prejudicado pelos erros logísticos são erros graves.

Para que tal não aconteça há que:

Planear com atenção

Os processos serão mais bem executados com a realização de um planeamento cuidadoso. Deve-se abranger desde o recebimento de produtos até a entrega das mercadorias aos clientes. O objectivo dessa prática é identificar os gargalos existentes nas mais diferentes etapas executadas para que esses obstáculos possam ser corrigidos. O resultado é mais eficiência e a implementação de melhorias.

Observar que o planeamento pode ser táctico ou estratégico. Um exemplo bem claro está relacionado às rotas. Elas podem ser projectadas considerando:

Os meios de transporte usados, custos, vantagens e desvantagens;

As embalagens dos produtos;

A existência de viadutos, pontes, lombas, semáforos, congestionamentos, limites de velocidade etc;

Habilidades e capacidades dos motoristas;

E condições do tempo e da estrada.

Assim, essas questões também impactam a agilidade e os prazos das entregas, o que interfere na satisfação do consumidor.

Estabeleçer objetivos reais

De nada adianta definir metas que não estão alinhadas com os conhecimentos de sua equipe ou para as quais a empresa não possua capital. Na hora de traçar objectivos, é importante ser optimista, mas não se perder em devaneios. Oriente o seu time para onde ele realmente pode chegar.

Mapear os processos

Essa etapa é imprescindível e está directamente relacionada à anterior. O principal objectivo é verificar como as actividades são realizadas para identificar a eficácia dos métodos de trabalho e a possível necessidade de melhorias.

Sempre que um desperdício, falha ou etapa que não agrega valor forem identificados, deve-se corrigir os erros cometidos e aplicar melhorias. Perceba-se que o mapeamento passa pela avaliação completa dos processos, inclusive entradas e saídas, clientes e fornecedores.

A partir disso, é preciso desenhar o fluxo de actividades e detectar visualmente o que deve ser feito para melhorar os processos logísticos.

Antecipar a demanda dos clientes

Para fazer compras de matérias primas certeiras e planear estratégias com sua equipe, é preciso conhecer o perfil do seu consumidor. Mapeie os hábitos de consumo de seus clientes e saiba o quanto comprar de cada produto. Assim, você garante stocks abastecidos e evita dois erros graves.

O primeiro é não ter a mercadoria quando o cliente fizer o pedido, o que o frustra e o leva a romper o laço com sua empresa. O segundo é ter produtos em excesso, tendo prejuízo por conta de más condições de armazenamento ou por exceder os prazos de validade.

Criar um mapa para os pedidos

Essa estratégia ajuda a melhorar a logística e a distribuição, mas é preciso considerar todos os pedidos recebidos em um mês. O formato visual permite montar esquemas diferentes para a entrega de produtos mais rentáveis ou especiais e identificar clientes que fazem pedidos com valores baixos.

Esse mapa também ajuda a traçar as melhores rotas e detectar os meios de transporte mais benéficos para a operação. Afinal, mesmo que o rodoviário seja o mais utilizado, há outros modais que podem ter melhores preços e condições.

Fortaleçer parcerias

A empresa deve ter um bom relacionamento com os fornecedores, pois são eles que garantirão a boa execução das actividades. Ter em mente que uma falha nos processos desses parceiros representa um erro nos procedimentos que sua empresa executa.

O ideal é alinhar e integrar as informações com os fornecedores para que os problemas nas entregas sejam identificados e possam ser resolvidos rapidamente. Os sistemas informatizados também podem ser incorporados aos dos parceiros para reduzir as possibilidades de erros e automatizar os processos.

Uma possibilidade para fortalecer essas parcerias é contar com a ajuda da empresa que usando a tecnologia para gerar valor e diferencial competitivo na área logística. Para fazer isso, ela mantém uma rede activa com mais de 150 mil veículos de motoristas autónomos.

Por meio da tecnologia, cruza dados de oferta e demanda e encontra-se o melhor motorista para cada carga, o que reduz a ociosidade da sua frota. Com isso, você alcança economia, flexibilidade e transparência no transporte, já que os métodos de rastreamento de cargas são facilitados.

Ter uma boa organização e controle

O planeamento na sua empresa deve ser traçado para delimitar o fluxo de actividades, além das funções e responsabilidades de cada colaborador. Nesse momento, vale a pena adoptar ferramentas de gestão para ter um melhor controle e monitoramento. A partir disso, o fluxo de acções pode ser potencializado e as actividades de todos os sectores relacionados à logística são agilizadas.

Contar com uma equipe treinada e motivada

Os colaboradores precisam ser empenhados e estarem motivados para que os processos sejam executados da maneira correta. Deve-se estar atento à equipe, fazer um bom processo de recrutamento e selecção, tratar de procurar inovação, treinamento e qualificação a todo momento. Desse modo, conseguimos criar um clima organizacional melhor e estimular a integração.

Um exemplo para os colaboradores, pense em eventos de integração e trabalhe em equipe para que todos fiquem motivados. É importante que todos percebam que as áreas dependem umas das outras e que essa integração traz sucesso para a organização.

Quais as vantagens em modernizar gestão e quais são as vantagens na gestão de operações de logística?

As estratégias de uma companhia ou empresa são as acções em que ela toma frente no mercado, focando-se em conquistar a fidelidade de seus clientes. Apostar na boa gestão de logística como um diferencial competitivo é de grande relevância no cenário do empreendedorismo ao nível global, em que a corrida por público consumidor fica a cada dia mais exigente.
Indiferentemente do que pensam alguns gestores, o processo de entregas representa muito mais do que o despacho da encomenda ao consumidor. Vejamos o impacto que a gestão da logística tem sobre a grande empresa!


Redução dos custos


Reduzir ao máximo os custos sem perder eficiência nos processos é o objectivo dos gestores. A logística se destaca nas organizações justamente por ser um segmento com forte potencial de economia. A tecnologia é a grande aliada nesse projecto, que permite deixar os processos analógicos de lado e agilizar as acções estratégicas.
Utilizar os recursos digitais para monitorizar as cargas, gerir os inventários e rastrear o pedido do momento em que sai da empresa até chegar ao consumidor final são medidas essenciais para reduzir custos e elevar a eficiência da logística.
O programa ajuda a contornar os imprevistos, extravio ou roubos de carga, além de permitir a solução rápida de qualquer problema que surja na gestão de operações de logística.


Fidelização dos clientes


Quando o empreendedor faz a cadeia logística operar de acordo com o planeado e seguir o padrão de qualidade contratado pelo consumidor, a marca avança vários passos em direcção à fidelização desse cliente.
A espera pela chegada de um produto comprado é sempre um período de ansiedade para o cliente. Ele espera receber suas mercadorias dentro das condições acordadas, sem avarias nem atrasos, e frustrá-lo nessa etapa pode fazê-lo desistir de fechar negócio com a empresa no futuro.

Integra sectores da empresa

Junto da importância do sector de logística, cresce a necessidade de capacitar para o gestor e para os colaboradores desse sector. Se a equipe logística é levada a ter mais responsabilidades na estratégia empresarial, surge a necessidade de acompanhar as tendências do ramo, adoptando as principais inovações.

Mão de obra

A mão de obra busca cada vez mais capacitar para dar conta de assumir novas responsabilidades e manter a sinergia com os outros departamentos, garantindo uma optimização dos resultados de toda a empresa.

Transforma o sector


Estudando e incorporando novas práticas de gestão logística, a sua organização destaca se da concorrência e assegura sua fatia de mercado.

A curto prazo, novas práticas de entregas não poderão ser duplicadas por suas concorrentes com rapidez, garantindo exclusividade.