Investir, inovar e acrescentar valor

Quando se fala de, Investir, inovar e acrescentar valor muito se pode dizer. 
De acordo com a empresa, esta tecnologia “mede aproximadamente 50 centímetros de largura, está equipado com seis rotores, uma câmara, um scanner leitor de códigos de barras e um telémetro”, movendo-se para se situar em frente aos materiais empilhados tirando fotografias da localização de todas as paletes e capturando os códigos de barras dos bens armazenados. Quando alcança o último nível, este drone desloca-se para a direita e esquerda, sincronizado com o stacker automatizado Linde que permanece no solo e continua com o processo de documentação de cima para baixo.
“O que nos torna diferentes é o facto de utilizarmos o nosso drone juntamente com um equipamento automatizado”, explica Tobias Zierhut, responsável de equipamentos de armazém da Linde Material Handling.
O Flybox passará a ser disponibilizado em 2018, numa primeira fase como um extra opcional nos equipamentos automatizados MATIC da Linde Material Handling.
Protótipo de um drone de inventário, o Flybox.
A Linde Material Handling apresentou recentemente na feira LogiMAT o seu protótipo de um drone de inventário, o Flybox.
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.