TECNOLOGIAS NA ARMAZENAGEM

No cenário mundial atual, a concorrência para se tentar conseguir uma fatia do mercado consumidor está se tornando cada vez mais difícil, pois preços competitivos e serviços diferenciados são oferecidos por muitas empresas, sendo assim uma das primeiras iniciativas que um gestor, seja ele de qualquer espécie, é reavaliar todo a empresa, identificar os pontos fortes e fracos, se todos os processos existentes são inerentes com aquilo que realmente deveriam fazer.
Sendo isso feito um grande passo facilitador de processos é a informatização dos processos de armazenagem, como a informação de todo o armazém, e automação de outras áreas. Atualmente no mercado existem diversos tipos de tecnologias relativos a armazenagem que são de fácil acesso por qualquer gestor que se interesse em informatizar seu armazém.
Algumas das tecnologias mais utilizadas atualmente em armazém são:
Códigos de barras. Usados para identificação de produtos;
Scanner e leitores ópticos. Para registrar quando a mercadoria entra ou sai do armazém através de códigos de barra evitando despender muito tempo na verificação;
Transelevador. Sistema que usa de um elevador como o próprio nome diz, que se movimenta na horizontal e na vertical para colocar ou retirar produtos das estantes, seu uso se dá em razão de ocupar um espaço pequeno dentro do corredor do armazém e poder atingir alturas de até 30m, coisa que empilhadoras normais não podem. Se movimentam apenas em uma única direção, sendo a mercadoria retirada da área de armazenagem com o auxílio de esteiras rolantes, este no qual deve ser comandado através de uma estação de controle, como um simples computador. Com esse equipamento a cubagem de um armazém pode ser muito melhor utilizada;
RFID (Radio-Frequency Identification – Identificação por Radio Frequência). Pode ser usado como etiqueta nos produtos como uma espécie de transponder (abreviação de Transmitter-responder), bem pequeno que pode ser colocado no produto para que este quando entrar ou sair do depósito não necessitando da intervenção humana para verificação, sendo um sinal emitido por ondas de rádio para uma estação que notifica um sistema central de qual produto e qual quantidade do mesmo está entrando ou saindo do armazém, sendo esta normalmente interligado a um sistema EDI (Eletronic Data Interchange – Intercâmbio Eletrônico de Dados) que faz todo o controle de mercadorias, e que é atualmente utilizado também em supermercados de países mais desenvolvidos para se obter o ponto de pedido no estoque sem necessitar verificação de conferentes;
Softwares de integração. Este utilizado na informatização de todo stock para saber o que, de quem, e onde cada mercadoria está no armazém. Normalmente softwares utilizados na armazenagem podem interagir com outras tecnologias como o transelevador, RFID e EDI. Em empresas grandes que são donas de seus próprios armazéns, são normalmente interligados com sistemas que são denominados como ERP (Enterprise Resource Planning) ou SIGE (Sistema Integrado de Gestão Empresarial), que são nada menos no qual se integram todos os dados e processos de uma organização seja ela de qualquer tipo em um único sistema. De início a implantação de um software de integração tem um custo muito alto, porém ao decorrer do tempo a perspectiva de um SIGE pode ser vista além de um software e servir para a tomada de muitas decisões importantes para a vida da empresa.

Follow my blog with Bloglovin

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.