Armazenamento, transporte, distribuição, recursos humanos, organização.

Base de Dados

Ao falarmos de Introdução às Bases de Dados Relacionais também será necessário da Definição de Base de Dados Relacional.

Assim o termo base de dados está intimamente associado à noção de “uma coleção de informação”. De um ponto de vista mais teórico pode-se afirmar que uma base de dados é um conjunto estruturado de informação.
Uma base de dados é uma coleção de dados formalmente definida, informatizada, partilhável e sujeita a um controlo central.
Uma base de dados é uma coleção de dados inter-relacionados com múltiplas utilizações. A base de dados relacional (entendamos que daqui para diante a expressão base de dados é usada como sinónimo de base de dados relacional) é um sistema de gestão de informação relativamente complexo.
Dado que a base de dados é a componente central do sistema, uma boa técnica de desenho é crucial para a eficácia do sistema.
Se a função duma base de dados fosse simplesmente a de armazenar dados, a sua organização seria relativamente simples. Mas a complexidade estrutural das bases de dados resulta do facto de que ela deve também mostrar as relações que existem entre os dados.
Uma base de dados é composta por um conjunto de tabelas e associações entre as tabelas. A associação entre os dados é o ponto forte dos sistemas relacionais. As tabelas são formadas por linhas e colunas onde figuram os dados. Numa base de dados relacional os dados estão todos representados como valores nas colunas das tabelas.
Neste tipo de aplicação os dados e os programas estão completamente separados. Já o mesmo não se passa, por exemplo, nas folhas de cálculo em que os dados e procedimentos estão frequentemente misturados.
Uma vantagem importante da tabela resulta do facto duma tabela poder ter mais do que uma finalidade e dos seus dados poderem ser vistos com diferentes formas e formatos, ao contrário de um ficheiro.
Os sistemas de gestão de bases de dados relacionais (SGBDR) são aplicações informáticas complexas, mas essenciais em muitas áreas científicas, nomeadamente em Agronomia ou na Logística entre outras áreas, onde grandes quantidades de informação necessitam de ser combinadas ou exploradas, de diversas formas nem todas fáceis de prever.
Existem muitas bases de dados no mercado, mas o que importa na realidade é sabermos escolher a mais apta e funcional para o tipo de negócio que estejamos integrados, assim que compram as normas de cada país.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

HTML básico é permitido. Seu endereço de e-mail não será publicado.

Assine este feed de comentários via RSS

%d blogueiros gostam disto: