Inventários III

Reafirmação do “princípio” da prudência.
Se o custo histórico de produção ou de aquisição for maior que o preço de mercado, então funciona o “princípio” da prudência (isto é, os inventários são apresentados ao mais baixo do custo de aquisição ou de produção ou valor realizável líquido, sendo a diferença entre eles expressa pela perda por imparidade). 
O valor realizável líquido corresponde ao preço esperado de venda realizada no decurso ordinário da atividade empresarial deduzido dos necessários custos previsíveis de acabamento e de venda. 
De acordo com a NCRF 18, “Os materiais e outros consumíveis detidos para o uso na produção de inventários não serão reduzidos abaixo do custo se for previsível que os produtos acabados em que eles serão incorporados sejam vendidos pelo custo ou acima do custo. Porém, quando uma diminuição no preço dos materiais constitua uma indicação de que o custo dos produtos acabados excederá o valor realizável líquido, os materiais são reduzidos (written down) para o valor realizável líquido. 
“Em tais circunstâncias, o custo de reposição dos materiais pode ser a melhor mensuração disponível do seu valor realizável líquido.” 
Por exemplo: no caso das matérias-primas, subsidiárias e de consumo, se o custo for superior ao atual valor de reposição, há que verificar se o custo das matérias, acrescido dos restantes custos de produção (custo de produção), é inferior ao preço esperado de venda. Se assim não for, ter-se-á que reconhecer uma perda por imparidade.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.