Glossário de termos utilizados na logística letra Z

Letra Z

Este dicionário de termos técnicos logísticos é o resultado de uma ampla pesquisa que utilizou como fontes publicações técnicas em logística e pesquisas diversas em sites voltados para a logística e sites de provedores de serviços logísticos.


Z
ZEB – Etiquetas pré impressas que identificam individualmente as caixas de um palete.
ZERO-DEFEITO – O mesmo que POKA -YOKE.
ZONA DE LIVRE COMÉRCIO OU ZONA FRANCA – é uma zona (local ou região de um estado ou país) onde os produtos ou materiais são considerados isentos de taxas e tarifas de importação, com anuência das autoridades fiscais governamentais.
ZONEAMENTO – Lógica de stock para agrupamento de itens baseado na família de produtos, por tamanho, peso, velocidade, área de stock ou outro critério. 


Gostou? E quer ajudar a aumentar este “Glossário de Termos Utilizados na Logística” então envie o que ache que está em falta para singularidadelogistica@gmail.com . 

Glossário de termos utilizados na logística letra W

Letra W

Este dicionário de termos técnicos logísticos é o resultado de uma ampla pesquisa que utilizou como fontes publicações técnicas em logística e pesquisas diversas em sites voltados para a logística e sites de provedores de serviços logísticos.


W
WAP – Wireless Application Protocol ou Protocolo de Aplicação Sem Fio
WAREHOUSE – Armazém
WAREHOUSING – Movimentação e Armazenagem
WARRANTY – Garantia
WASTAGE – Desperdício
WAVE PICKING – Separação por Onda
WCM – World Class Manufacturing.
WCS – Warehouse Control Systems ou Sistemas de Controle de Armazém.
WHARF – Cais
WHARFAGE – Taxa de Atracação
WHARFING – Desova
WHOLESALER – Atacadista
WIP – Work in Process (stock em processo) ou Work in Progress (material em progresso)
WIRELESS – Sistema de acesso sem fio.
WMS – Warehouse Management System ou Sistemas de Gerenciamento de Armazém.
WORLD CLASS – Classe Mundial

Glossário de termos utilizados na logística letra V

Letra V

Este dicionário de termos técnicos logísticos é o resultado de uma ampla pesquisa que utilizou como fontes publicações técnicas em logística e pesquisas diversas em sites voltados para a logística e sites de provedores de serviços logísticos.



V
VAD – Value Added Distribution.
VALOR – O ponto em que um produto ou serviço alcança as necessidades ou os desejos do cliente, medido em termos de sua capacidade para comandar o preço a ele atribuído. É aquilo que o cliente acha justo pagar.
VALORIZAÇÃO DO STOCK – Tratamento contabilizado ao valor do stock com o propósito de determinar o custo dos produtos vendidos.
VALUE CHAIN – Cadeia de Valor
VAN – Value Added Network ou Rede de Valor Agregado
VANTAGENS COMPETITIVAS (I)– É qualquer elemento que garante ou pode garantir o sucesso de uma empresa no mercado, ou seja, que implique uma vantagem sobre a concorrência num determinado mercado. As vantagens competitivas estão relacionadas às quatro alternativas estratégicas fundamentais: custo, serviço, qualidade, inovação.
VANTAGENS COMPETITIVAS (II)– A exploração das competências de base e o seu aproveitamento generalizado na organização criam oportunidades para a penetração em uma grande variedade de mercados, com novos produtos com diferenciações tecnológicas, que deverão ser tratados pelo marketing e transformados em vantagens competitivas.
VÃO – Em um sistema de stock de paletes, representa uma posição do palete. Em um sistema de separação, representa uma posição para uma única unidade de stock.
VÃO EM ESTRUTURA – Espaço disponível para movimentação das unidades stock em uma prateleira ou porta-palete.
VEÍCULO AUMATICAMENTE GUIADO (AUTOMATED GUIDED VEHICLE – AGV) – Sistema de movimentação que encaminha materiais posicionando-os em destinos pré-determinados, sem intervenção do operador.
VEÍCULO GUIADO A LASER (LASER GUIDED VEHICLE – LGV) – Um tipo de veículo automaticamente guiado, controlado por raio laser.
VENDOR RATING – Classificação dos fornecedores com base nos índices obtidos pelos fornecimentos, objetivando selecionar aqueles que vão se incorporar aos negócios em diferentes níveis técnicos. Tais níveis dependem dos resultados operacionais e são caracterizados como avaliação de tipo estratégico.
VERIFICAÇÃO DE LOCAÇÃO – Verificação sistemática e física do stock do armazém comparada com os registros de localização para assegurar a acuracidade das localizações.
VIAGEM DE MÃO ÚNICA (ONE WAY TRIP) – Movimento de uma carga do expedidor para o recetor.
VIAGEM DE RETORNO (BACKHAULING)– Movimento de retorno de um meio de transporte que forneceu serviço de transporte em uma direção. A viagem de retorno pode ser com carga completa, parcial ou nula.
VIDA DE PRATELEIRA (SHELF LIFE)– Tempo em que um item pode ser mantido em stock antes de tornar-se inadequado ao uso.
VLC – Veículo Leve de Carga. Caminhão de menor porte próprio para utilização em áreas urbanas. O VLC tem comprimento total entre 5,50 e 6,30m, largura até 2,20m. Ambos possuem capacidade de carga úteis superior a 1.500kg.
VMC – Veículo Médio de Carga.
VMI – Vendor Managed Inventory ou Stock Gerenciado pelo Fornecedor. Parceria em que o fornecedor repõe os stocks do cliente com base nos níveis de stock informados pelo próprio cliente por via eletrônica (EDI, Internet ou outros meios). O cliente participa somente com a informação sobre seus níveis de stock e, preferencialmente, de maneira automática de forma que seus custos de controle de stocks e pedido são reduzidos a um mínimo.
VMP – Vendor Managed Purchase ou Compra Gerenciada pelo Fornecedor.
VUC – Veículo Urbano de Carga. Caminhão de menor porte próprio para utilização em áreas urbanas. O comprimento total é inferior a 5,50 metros e a largura máxima de 2,20 metros. Possui capacidade de carga útil superior a 1.500 kg.

Glossário de termos utilizados na logística letra U

Letra U

Este dicionário de termos técnicos logísticos é o resultado de uma ampla pesquisa que utilizou como fontes publicações técnicas em logística e pesquisas diversas em sites voltados para a logística e sites de provedores de serviços logísticos.


U
UCC (UNIFORM CODE COUNCIL)– Órgão que administra o sistema de código uniforme de produto (UPC) na América do Norte ou Estados Unidos.
UEN – Unidade Estratégica de Negócio. Muitas empresas dividem suas atividades em unidades de negócios independentes, com resultados, estratégias e gestores distintos.
UEPS – é a nomenclatura para o método de armazenagem, em que o produto que é o Último a entrar no stock é o Primeiro a Sair.
UNC – Unidade de compras. Quantidade mínima de múltiplos que o fornecedor vende para o departamento de compras.
UND – Unidade de distribuição – Quantidade mínima de peças que podem ser despachadas pelo CD.
UNIDADE DE TRANSPORTE INTERMODAL – Contentores, recipientes intercambiáveis e semirreboques para transporte intermodal.
UNIDADE EQUIVALENTE A QUARENTA PÉS – Unidade de medida equivalente a um contentor de expedição de quarenta pés.
UNIDADE EQUIVALENTE A VINTE PÉS– Unidade de medida equivalente ao tamanho padrão de contentores intermodal de vinte pés.
UNIMOV – Unidade de movimentação formada por um múltiplo da UNICOM, com a finalidade de possibilitar deslocamentos mecanizados seguros e econômicos.
UNIMOVIZAÇÃO – Instituição na empresa de um sistema modal em que todas as mercadorias e produtos são movimentados na forma de uma unidade de movimentação. Definição mais genérica do que palatização, que supõe sempre o uso do palete.
UNIT LOAD – Carga Unificada.
UNITIZAÇÃO – É a conversão de diversas unidades de carga fracionada numa única unidade, para fins de movimentação e armazenagem.
UNITRAM – Unidade de transporte para conter muitas e diferentes UNICOMS com a finalidade de facilitar a distribuição de pedidos de clientes.
UPC – UNIVERSAL PRODUCT CODE– Símbolo padrão de código de barras dos Estados Unidos e do Canadá, que é administrado pela Uniform Code Council, Inc.
UTILIZAÇÃO DE EQUIPAMENTO – Compara as horas que a máquina está produzindo, com o tempo disponível, podendo ou não incluir o tempo de setup.